' '

16 de fevereiro de 2023

Viagem à Lua em O GRANDE ALMANAQUE DISNEY

Em março, O GRANDE ALMANAQUE DISNEY #20 celebra os 120 anos de Viagem à Lua, obra que inaugurou o gênero ficção científica no cinema. Bruno Enna e Alessandro Pastrovicchio, além de fornecerem explicações bem-humoradas a eventos que no filme, vistos hoje, são obviamente anacrônicos, também fazem graça ao emular, em algumas passagens, o preto & branco e a mudez da obra original. Um primor. A publicação, toda inédita e com outras saborosas atrações, é da editora Culturama.


___________________________________________________________



O GRANDE ALMANAQUE DISNEY #20
Culturama, mar/2023.
Publicação bimestral, formato 15 x 21 cm, 192+4 páginas, lombada quadrada, capa cartão com reserva de verniz, miolo offset cor, R$ 39,90.
1ª série: Culturama, #1 em abr/2019. (Em 1977, a Editora Abril lançou uma coleção de fascículos gigantes com este mesmo título, depois encadernáveis em volume único. A Abril também lançou, em formato diferente deste da Culturama, o ALMANAQUE DISNEY, de dez/1970 a jun/2018, 385 edições, com intermitências na circulação.)
AVENTURAS FANTÁSTICAS — Na Paris de 1902, Tio Patinhas banca uma pioneira Viagem à Lua capitaneada pelos professores Pardal e Ludovico e tripulada por Donald e seus sobrinhos. Trata-se de uma homenagem aos 120 anos do filme de mesmo nome que inaugurou a ficção científica no cinema, acrescida de referências a obras literárias clássicas do gênero. Depois, em O Azarado, Maga Patalójika desiste de se apossar da moeda Número Um do Tio Patinhas e, para forjar o almejado amuleto que lhe trará riqueza, usa uma pena do sortudo Gastão. Na HQ seguinte, A Direção Autônoma, os Metralhas aplicam um golpe milionário com a ajuda de um carro de condução automática. Para finalizar, temos a superaventura O Prisioneiro de Verdemar, em que Mickey é chamado de volta à Irlanda para libertar o reino dos duendes dos desmandos de uma rainha malvada — que se enamora por Pateta!

• Tradução: Edenilson Rodrigues-Lazaro (Planeta Gibi) • O AzaradoJosé Rivaldo Ribeiro (Planeta Gibi).



 




• Veja neste link um guia de todas as publicações da Culturama com HQs Disney.

___________________________________________________________

★ Fonte: divulgação.
★ Reprodução de artes e fotogramas: para fins de divulgação. Artes e personagens são de propriedade de seus criadores/licenciadores. A qualidade gráfica aqui exibida é inferior à original.
 Sinopses (em azul e itálico) e informações sobre preço de capa, estrutura do título e da edição, extensão prevista de um título ou de uma coleção: são dados divulgados pelas editoras.
★ Observações entre colchetes: são dados atribuídos pelo Planeta Gibi somente para fins de colecionismo.
★ Colaboração: o Planeta Gibi colabora com as publicações Disney da Culturama traduzindo, escrevendo artigos e prestando assessoria com base em nosso acervo e banco de dados.
★ Comercialização: o Planeta Gibi só se responsabiliza por compras efetuadas em sua loja. 
★ Dúvidas e sugestões: escreva para o editor do Planeta Gibi Blog.
★ Publicado originalmente em 16/fev/2023.
★ Atualizado pela última vez em 16/fev/2023.
___________________________________________________________


7 comentários:

  1. Quero saber pq a zorra dessa revista não tem uma assinatura?! :p

    ResponderExcluir
  2. Adquiri até o número 17. Não tem assinatura! Tá difícil no Brasil adquirir gibis Disney. Acabaram-se as bancas. Distribuidoras falindo. Não há incentivo à leitura. Brasil sem cultura.

    ResponderExcluir
  3. Duas coisas que eu não tenho saudades é comprar gibis em bancas e fazer assinatura dos mesmos. Pelo menos na época em que eu assinei demorava muito a entregar e já fiquei com coleção desfalcada porque deixaram de enviar. Isso na época da Abril. Agora falando de bancas para mim que moro no interior os gibis nunca chegavam mensalmente. Mandavam uma tonelada de gibis antigos naqueles pacotes promocionais, mas os mensais nunca vinham regularmente. Por isso acho mais tranquilo comprar pela Internet. Os da Disney compro na loja da Culturama e não demoro a receber. O frete até que é razoável. O único problema tanto da Culturama quanto da Panini é a a tiragem. Teve um gibi da Culturama que demorei mais de um ano para encontrar para comprar. Não achava nem usado. Da Panini parei de ler The walking dead porque não republicaram mais. Ser colecionador hoje em dia exige paciência e muita garimpagem atrás do que você quer. É coisa para adulto. Gibi deixou de ser coisa de criança faz muito tempo. Não conheço uma que coleciona ou os lê hoje em dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é tudo lamentável, mas verdade.... só acrescento que para um adulto, com tempo reduzido, é difícil ter tempo para ficar garimpando em bancas, sebos e sites.... assinatura acaba funcionando para isso... a Panini, pelo menos, tem entregado sem grandes atrasos.

      Excluir
  4. Para piorar, a Culturama parou de lançar as edições dentro das caixas, que vendiam a preços mais atrativos pela Amazon.com.br .... tudo para desanimar e dificultar de quem quer manter uma coleção!

    ResponderExcluir
  5. Assunto em off: Com o veto da Disney à republicação de A Saga do Tio Patinhas, como será que ficará a publicação da Coleção Carl Barks, já que essa coleção traz histórias mais antigas que A Saga e com conteúdo considerado politicamente incorreto hoje em dia também? Alguém do blog sabe dizer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho a menor ideia se haverá algum impacto. Abs. Edenilson.

      Excluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem a opinião do Planeta Gibi.

Não são permitidos comentários que incluam:

Termos ofensivos, agressivos ou pejorativos
• Qualquer link ou e-mail
• Qualquer menção a outro estabelecimento que comercialize quadrinhos
Assunto alheio ao tema da postagem em questão