' '

19 de junho de 2023

Aposta duplamente fracassada

MICKEY X, série italiana noir em 30 volumes, e DONALD SUPER, um reboot de Superpato futurista, eram lançados pela Editora Abril há vinte anos. Antes, em 1998, a Abril já havia testado (igualmente sem sucesso) o formato americano com SUPERPATO NOVAS AVENTURAS (que só durou 6 edições). Em 2005, viria um novo fiasco, com PATO DONALD EXTRA (2 edições).     

Veja curiosidades diariamente em nossas redes! Siga-nos: TwitterInstagramFacebook.




MICKEY X e DONALD SUPER foi a aposta dupla em gibis Disney em formato americano feita pela Editora Abril há 20 anos. Ambas as revistas foram canceladas no segundo número. Anúncio em OS SIMPSONS #3.

◼ SUPERPATO, PK, PK², PK REBOOT, PKNE... ENTENDA:

• Há 3 séries com o personagem: 

    1: O Superpato (Paperinik, no original) mais popular por aqui, cujas tramas se passam no "presente".
    2: O futurista PK (e suas sequências PK² e PKNE).
    3: PK Reboot. 




◼ SUPER RESUMO DAS SÉRIES FUTURISTAS:

• PK estreou na Itália em mar/1996 e durou 52 edições, até jan/2001, incluindo três números zeros. No Brasil, a publicação começou pelo #1 italiano e durou 6 edições de SUPERPATO NOVAS AVENTURAS, lançado pela Abril em formato americano em 1998. Em 2013, a editora retomou a série no DISNEY TEMÁTICO #13 AS NOVAS AVENTURAS DO SUPERPATO, onde mostrou os 3 episódios inéditos dos números zeros italianos (e aproveitou para republicar o #1 em DISNEY BIG #18).

• PK² foi lançado na Itália na sequência, em 18 números, até jun/2002. Inédito no Brasil.

• PK PIKAPPA foi o reboot. Foram produzidas 32 edições entre ago/2002 e mar/2005, basicamente apresentando em cada edição uma história longa, de 48 páginas, e outra de 12. No Brasil, a Abril chegou a lançar os dois primeiros números dessa saga (em DONALD SUPER, também em formato americano, mai-jun/2003). Em 2012, os dois primeiros episódios de 48 páginas foram reprisados em DISNEY JUMBO #2.

• PKNE surgiu após longo hiato, quando a Disney Italia decidiu retomar a série a partir de PK² — ou seja, ignorando o reboot. E, em vez de lançar um novo título do Superpato, esses novos episódios passaram a sair na semanal TOPOLINO (e, em seguida, republicadas em formato luxo). Atualmente, aventuras inéditas de PKNE são publicadas diretamente em especiais capa dura (TOPOLINO FUORISERI).


Veja aqui os títulos Disney que temos hoje no estoque de nossa loja online.

Visite sempre nossa loja. Tem novidade todo dia!

___________________________________________________________

★ Fonte: Acervo e Banco de Dados Planeta Gibi.
★ Reprodução de artes e fotogramas: feita apenas para fins de divulgação. Artes e personagens são de propriedade de seus criadores/licenciadores. A qualidade gráfica aqui exibida é inferior à original.
 Sinopses (em azul e itálico) e informações sobre preço de capa, estrutura do título e da edição, extensão prevista de um título ou de uma coleção: são dados divulgados pelas editoras.
★ Observações entre colchetes: são dados atribuídos pelo Planeta Gibi somente para fins de colecionismo.
★ Comercialização: o Planeta Gibi só se responsabiliza por compras efetuadas em sua loja. 
★ Dúvidas e sugestões: escreva para o editor do Planeta Gibi Blog.
★ Publicado originalmente em 19/jun/2023.
★ Atualizado pela última vez em 19/jun/2023.
___________________________________________________________


7 comentários:

  1. Comprei estas revistas, de segunda mão, mas em ótimo estado de conservação. Muito embora faça restrições a determinados artistas italianos; no caso das histórias em quadrinhos de Mickey X, considero interessantes. Pena que foram canceladas. Aliás, revistas em formato americano em termos de quadrinhos Disney, nunca emplacaram. Vide o caso também das três revistas do camundongo (Pura Risada com o Mickey), que por sinal adquiri no site do Planeta Gibi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu diria até que todas elas eram bem interessantes, dentro de suas respectivas linhas editoriais. Quanto a PD Extra, sempre achei um erro direcionar a revista para um público mais adulto (daí o FAM) e, ao mesmo tempo, distribuir um "brinde" bem infantil que encarecia a revista. Abs. Edenilson

      Excluir
  2. Paperinik tem na Itália uma popularidade sem paralelo (Disney) no Brasil, entendo eu. Abs. Edenilson.

    ResponderExcluir
  3. Não foi em uma dessas revistas que saiu uma foto de página dupla da redação Disney/Abril (RIP) no estilo "Os Suspeitos" ?

    ResponderExcluir
  4. Não adianta as revistas Disney irem bem fora do Brasil e o mercado nacional ficar refém das poucas publicações da Culturama com várias hqs repetidas. Hanna-Barbera estava para a editora O Cruzeiro, enquanto Disney estava para a editora Abril. Que saudades de ver nas bancas as revistas publicadas pela editora do logotipo do arbusto... Hoje a única gigante dos quadrinhos é a Panini, se a mesma desistiu das capas duras Disney é porque a situação é crítica.

    ResponderExcluir
  5. Não faço questão desse Superpato, mas Mickey X eu achei legal...

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem a opinião do Planeta Gibi.

Não são permitidos comentários que incluam:

Termos ofensivos, agressivos ou pejorativos
• Qualquer link ou e-mail
• Qualquer menção a outro estabelecimento que comercialize quadrinhos
Assunto alheio ao tema da postagem em questão