' '

15 de junho de 2023

HERÓIS DA TV: um título, muitas séries

A Editora Abril usou seguidamente o título HERÓIS DA TV para diferentes coletâneas de quadrinhos e até para uma revista sobre cultura pop. Claro: ela havia pago para registrar esse título e, tornado popular, o usou enquanto lhe foi conveniente.     

Veja curiosidades diariamente em nossas redes! Siga-nos: TwitterInstagramFacebook.



HERÓIS DA TV (de Hanna-Barbera) foi lançado pela Editora Abril em jun/1975 e durou 32 edições até jan/1978, quando esses personagens se mudaram para a RGE. Mas houve um "número zero" da revista, dentro de DIVERSÕES JUVENIS (#15), em nov/1974.

Isso porque DIVERSÕES JUVENIS era uma espécie de "plataforma de lançamento" de novas revistas infantojuvenis da Abril: quem vendesse bem, continuava como título independente e com a numeração continuada a partir da quantidade de edições que já tinham sido testadas no mercado. 

Foi assim com O PICA-PAU, A PANTERA COR-DE-ROSA, BOLINHA, O GORDO E O MAGRO, SPEED RACER, entre outros. Mas houve duas exceções: SUPERMOUSE, que já havia sido testado com o título de POSSANTE, e essa coletânea de Hanna-Barbera aqui mostrada: ambas as revistas viraram títulos independentes, mas com numeração reiniciada do 1.

1ª SÉRIE:

A bem da verdade, a Abril não inventou do nada o título HERÓIS DA TV: ele reproduzia o original americano HANNA-BARBERA SUPER TV HEROES (Gold Key, 1968-9, 7 edições), que já havia sido adaptado pela editora O Cruzeiro entre 1970 e 1971 no ALMANAQUE SUPER-HERÓIS DA TV e no ALMANAQUE HERÓIS DA TV — ambos com personagens de Hanna-Barbera.

E mais a bem da verdade ainda, a própria O Cruzeiro, bem antes disso tudo, em 1962, já tinha chamado de HERÓIS DA TV uma série de gibis policiais!

2ª SÉRIE:

Agora, voltando à Editora Abril... Quando a Hanna-Barbera se mudou para a RGE, no início de 1978, ela manteve o título HERÓIS DA TV sob registro. E foi por isso que o usou para batizar a coletânea de personagens da Marvel que lançou em jul/1979 —ninguém entendia muito bem que título era aquele, já que, da televisão mesmo, só tínhamos a não muito boa memória dos desenhos "desanimados" da Marvel. Enfim...

E quando a HB retornou à Abril, em 1980? O jeito foi criar outro título, o ASTROS HB, já que HERÓIS DA TV (agora da Marvel), fazia e continuaria a fazer sucesso por muito tempo: durou até out/1998, #112 — no mês seguinte, o gibi se tornaria X-MEN, com numeração reiniciada (claro).

3ª SÉRIE:

Não acabou: em jan/1992, a Abril usou esse título "guarda-chuva" para gibis protagonizados por Maskman, Spielvan, Black Kamen Rider e Cybercop, que se alternavam como subtítulos na capa de cada edição. Essa série durou 21 números, até out/1993 (em breve postaremos aqui no blog a capa de cada um deles).

4ª SÉRIE:

 

Aí chega, né? Não! Depois disso ainda vieram as revistas Heróis da TVHeróis da TV Especial, no início dos anos 2000, que tratavam de "cinema, tv, cartoons" — mas só traziam reportagens, sem HQs. Ufa! 


Veja aqui os títulos infantojuvenis (inclusive de Hanna-Barbera) que temos hoje no estoque de nossa loja online.

Visite sempre nossa loja. Tem novidade todo dia!

___________________________________________________________

★ Fonte: Acervo e Banco de Dados Planeta Gibi. Sobre O Cruzeiro: Guia dos Quadrinhos.
★ Reprodução de artes e fotogramas: feita apenas para fins de divulgação. Artes e personagens são de propriedade de seus criadores/licenciadores. A qualidade gráfica aqui exibida é inferior à original.
 Sinopses (em azul e itálico) e informações sobre preço de capa, estrutura do título e da edição, extensão prevista de um título ou de uma coleção: são dados divulgados pelas editoras.
★ Observações entre colchetes: são dados atribuídos pelo Planeta Gibi somente para fins de colecionismo.
★ Comercialização: o Planeta Gibi só se responsabiliza por compras efetuadas em sua loja. 
★ Dúvidas e sugestões: escreva para o editor do Planeta Gibi Blog.
★ Publicado originalmente em 15/jun/2023.
★ Atualizado pela última vez em 15/jun/2023.
___________________________________________________________


Um comentário:

  1. Possuo duas dessas edições de Heróis da TV (infelizmente de segunda mão e portanto com a brochura da revista bem danificada). Desde que a editora O Cruzeiro fechou as portas, infelizmente os personagens do estúdio Hanna-Barbera não conseguiram se estabilizar em nenhuma editora: Editora Abril, RGE, Cedibra, A Tribuna, Panini e pelo jeito, a On Line também ficou somente nas edições número 1...

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de quem os escreve e não refletem a opinião do Planeta Gibi.

Não são permitidos comentários que incluam:

Termos ofensivos, agressivos ou pejorativos
• Qualquer link ou e-mail
• Qualquer menção a outro estabelecimento que comercialize quadrinhos
Assunto alheio ao tema da postagem em questão